Anoreg: Após os 16 anos os filhos podem ser emancipados, ou seja, os pais podem fazer uma escritura para que eles sejam capazes para todos os atos da vida. Vale lembrar que a maioria antes era atingida apenas aos 21 anos, mas depois de mudanças no Código Civil Brasileiro, a idade caiu para 18 anos.

Outro ponto alterado, que trata da emancipação, é aquele no qual reconhece como emancipado o menor que tiver vínculo empregatício. A alegação é que detectada condições para o jovem ter economia própria estaria, portanto, compulsoriamente emancipado. A partir da emancipação, o menor poderá contrair as mais diversas obrigações, incluindo matrimônio, empréstimos, comprar e vender bens, prestar fiança e até mesmo renunciar a direitos sucessórios.